Acadêmico, Comportamento

A Palavra [4]: A DIMENSÃO DO PENSAMENTO WITTGESNTEINIANO

O objetivo deste capítulo é introduzir o leitor no contexto de Investigações Filosóficas, de Wittgenstein, consiste em um percurso que parte do homem, reflete sobre sua época e adentra os termos da obra propriamente dita. Com isso, pretendemos adquirir uma visão panorâmica desta relativamente às circunstâncias em que foi gerada. No trajeto que agora iniciamos, buscaremos a apropriação dos aspectos temporais e dos elementos filosóficos que levaram nosso filósofo a escrever esse livro. Isso, principalmente, se o considerarmos em contraposição ao pensamento filosófico tradicional, cuja última expressão foi exatamente o Tractatus Logico-Philosophicus[1], penúltima obra do autor. Procuraremos entender a nova interpretação que Wittgenstein dá aos fenômenos cotidianos por meio da práxis linguística, buscando, na medida do possível, interagir com o autor no intuito de perceber as influências e os aspectos contextuais que permeiam toda essa obra. Faremos uma investigação que tentará atravessar o labirinto das complexas relações linguísticas, com vistas a poder visualizar, ainda que de forma aproximada, a estrutura ontológica da realidade até chegar à origem do conhecimento humano.


[1] OLIVEIRA, Manfredo Araújo de. Reviravolta lingüístico-pragmática na filosofia contemporânea. 2. ed. São Paulo: Loyola, 2004. p. 117.

Links:

Anúncios

Ajude-nos a melhorar. Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s