Brasileirinhas, Música

brasileirinhas# Geração Massafeira – Cantores, compositores e intérpretes [1]

[o presente texto é uma colaboração de Neivaldo Araújo]

Massafeira Livre foi um movimento musical brasileiro que aconteceu entre os anos de 1978 e 1980 no Ceará. O movimento se consolidou por meio de uma feira cultural realizada em 1979 no Teatro José de Alencar, em Fortaleza, abrangendo também manifestações artísticas como artes plásticas, cinema e literatura.

Foi lançado um álbum duplo em 1980, a partir do registro em estúdio de obras e performances de artistas que fizeram parte da Massafeira Livre.

No ano de 1979, cerca de quarenta músicos, intérpretes, produtores e arranjadores que participaram da movimentação cultural em torno da Massafeira Livre viajaram para o Rio de Janeiro para gravar o álbum, que foi lançado pela gravadora CBS (hoje Sony Music).

A única faixa gravada durante o evento e incluída no álbum duplo foi “Senhor Doutor”, de Patativa do Assaré. Foi a primeira vez que o poeta popular cearense se apresentou para o público da capital do seu estado.

O cantor e compositor Ednardo fez a direção artística, direção de produção e direção de estúdio do álbum Massafeira. A co-produção foi assinada por Augusto Pontes. A coordenação musical ficou a cargo de Rodger Rogério, Petrúcio Maia e Stélio Valle

Entre seus participantes, estiveram artistas:

01 - alanoÉ compositor, artista plástico, escritor, pianista, participou do Massafeira como autor da canção “O Sol é que é o quente“ interpretada por Ednardo e Ana Fonteles faixa que abre o disco dois do álbum.

Sua influencia musical herdou do seu pai, Aleardo Freitas, despachante aduaneiro na Alfândega, mas também um conceituado violonista e compositor, que chegou a acompanhar artistas famosos na época, do talento de Alcides Gerardi, Cauby Peixoto e Sônia Mamede, entre outros.

No campo das artes plásticas, Alano recorda também do seu tempo de infância, quando já tentava praticar os seus primeiros rabiscos. “Desde criança, com uns cinco ou seis anos, eu já desenhava, copiando revistas em quadrinhos”.

Começou a compor na época que estudou no Colégio Cearense, depois passou a participar dos festivais musicais no final da década de 60, onde conheceu nomes como Augusto Pontes, Ricardo Bezerra, Fagner, Teti e Rodger Rogério.

Sempre foi um agitador cultural, lançou o disco “Liberado” em 1989, que registrou as parcerias com Francis Valle, e o Cd “Quaisquer Canções” em 2007, desta vez os parceiros são vários como Chico Pio, Abdoral Jamacaru, Joaquim Ernesto entre outros,  grandes nomes foram convidados para interpretar as canções e Alano só interpreta uma música, em dueto com Kátia Freitas.

02 - ana fontelesQuando participou do disco Massafeira estava recém chegada de Parnaíba, veio para concluir os estudos e fazer o vestibular, cantou “O Sol é Que é o Quente” em dueto com Ednardo nos créditos da contra capa do disco seu nome aparece apenas como Aninha.

Deu continuidade sua carreira como cantora, com os irmãos Jabuti, Tim e Zeze Fonteles todos músicos e compositores, participou ativamente da musica cearense nos anos 80 e 90, Sua reconhecida versatilidade musical a levou ainda a gravar participações em discos tão heterogêneos como “Melhor que mato verde”, de Petrúcio Maia; “Brilho”, de Stélio do Valle; “Liberato”, de Alano e Francis Valle; “Cria do Mundo”, de Jabuti e “Geléia Gerou”, coletânea de compositores e intérpretes nordestinos.

O primeiro disco solo, no entanto, só viria em 1990, de forma independente. O LP “Ana Fonteles” registra o ecletismo musical da cantora, passeando entre baiões, maxixes, tango e blues em canções de, entre outros, Eugênio Leandro, Osvaldo Barroso, Amaro Pena, Fausto Nilo e Geraldo Azevedo,  a cantora faleceu em 2004 em decorrência de um câncer no pâncreas. Ana tinha 45 anos.

03 - angela linharesÂngela Linhares interpreta a singela ‘Como as primeiras chuvas do caju” uma parceria sua com um grande nome do Pessoal do Ceará, Ricardo Bezerra autor de varias canções com Fagner no inicio de sua carreira.

Antes do Massafeira Ângela fez parte do grupo Raízes, que trazia no reportório forte influencia da musica latina, com o grupo lançou dois LPs, era formado por sete músicos, além de Ângela Linhares de destaca no grupo o musico mineiro Tino Gomes , por sua vez, seguiu carreira solo como músico independente, trabalha também como ator e humorista ao lado de Saulo Laranjeira.

Compositora inspirada, autora de varias composições, como cantora tem importantes participações especiais em discos de Petrucio Maia cantando “Passaras, Passaras, Passaras”, e Stelio Vale cantando “Agua” (essa mesma musica faz parte no álbum Massafeira com o titulo Jardim do Olhar).

Ângela é também dramaturga e professora doutora da Universidade Federal do Ceará, assessora pedagógica da Associação de Corais Infantis Um Canto Em Cada Canto e participante como dramaturga da Companhia Vidança.

Participa como docente do Mestrado em Saúde Pública da Faculdade de Medicina da UFC e é membro da Articulação Nacional de Educação Popular em Saúde e do conselho consultivo do Instituto Terramar.

04 - brandãoNasceu no Ceará, mas passou a infância e a adolescência no Piauí, teve uma participação especial no Massafeira, conta a historia que o titulo do festival foi uma ideia sua e de Ednardo, responsável também pela arte gráfica, que incluiu principalmente os dois cartazes do Massafeira Livre e a capa do disco, tiveram como inspiração o carneiro.

Esclarece o autor: Quando o Ednardo viu os esboços, ele imediatamente imaginou que a fonte da inspiração havia sido a canção “Carneiro”, dele e do Augusto Pontes, mas não foi. A ideia do carneiro veio da associação que trago desde a infância entre este animal e a feira popular.

Brandão é arquiteto, é  também de sua autoria o texto manifesto na contra capa do disco, como compositor participou do álbum com a canção “Frio da Serra” composta com dos seus principais parceiros Petrucio Maia.

05 - calé alencarFoi outro grande artista cearense que teve sua estreia no Massafeira, cantando sua canção Vento Rei em parceria com o falecido Zé Maia, a canção também seria gravada pela cantora Teti.

Calé Alencar tornou-se um dos nomes mais conhecidos da arte de Fortaleza, envolvido em vários projetos em preservação da cultura, principalmente do Maracatu. Em 1989, gravou o disco “Um pé em cada porto”. neste LP, destaque para  as faixas “Equatorial” de sua autoria com Fausto Nilo, “Além do cansaço”, de autoria de Petrúcio Maia e Brandão, com a participação especial de Tetê Espíndola e Trem de Ferro de Lauro Maia, no ano de 1992, lançou “Estação do trem imaginário”, disco que incluiu “Canoa quebrada”, com Carlos Pita, “Flor do bem querer”, com Ângela Linhares.

Em 2004, recebeu o prêmio de melhor produtor da música cearense,  participou de 2006 a 2010, da Comissão de Avaliação do Programa BNB de Cultura,  é também autor de loas apresentadas no desfile carnavalesco da capital cearense pelos maracatus Az de Ouro.

Como resultado de sua pesquisa sobre a música popular brasileira, em especial sobre o baião e o compositor cearense Humberto Teixeira, Calé Alencar participou do filme O Homem que Engarrafava Nuvens, documentário produzido por Denise Dumont, filha de Humberto Teixeira, dirigido pelo premiado Lírio Ferreira.

Sua discografia conta ainda: Dragão vivo (2000) Loas de Maracatu Cantigas de Liberdade (2005) 15 Anos, 15 Loas + 1 Hino (2009) Costumes e Diversões (2011).

01 - neivaldo-2Neivaldo Araújo é um estudioso da música brasileira a qual marcou sua vida desde a infância. Natural  de Fortaleza/Ce, pesquisa e escreve sobre os temas mais variados, fazendo uso de uma abordagem simples e direta, busca apresentar a “nossa” música através de uma perspectiva pessoal, porém, de largo alcance.

Anúncios

2 thoughts on “brasileirinhas# Geração Massafeira – Cantores, compositores e intérpretes [1]”

Ajude-nos a melhorar. Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s