Música, Rock/Metal

metalpesado# Sonata Arctica: traz versatilidade e leveza para o Brasil!

Sonata-Arctica-The-Ninth-Hour-ArtworkO quinteto finlandês de metal de progressivo Sonata Arctica especializou-se em uma variação orquestal, de heavy metal, que funde temas românticos e arrebatadores de bandas como Europe ao instrumental elaborado do Dream Theater. Fundada em 1996, a banda, que inclui o vocalista Tony Kakko, o guitarrista Jani Liimatainen, o baterista Tommy Portimo, o tecladista Mikko Harkin e o baixista Janne Kivilahti, gravaram um punhado de demos antes de lançar seu primeiro single, “UnOpened”, pelo selo Spinefarm Records em julho De 1999. O produtor Mikko Karmila (Bodom, Stratovarius, Nightwish) gravou e mixou o disco de estréia, ‘Ecliptica’, e o álbum foi lançado em 2000 pela Spinefarm e pela Century Media Records. Após uma bem sucedida turnê com Rhapsody e Stratovarius, o grupo lançou um EP de seis músicas, ‘Successor’, que contou com faixas ao vivo, um par de covers e outro material inédito. Foram recompensados com prêmios e elogios naquela época: a revista Hard N ‘Heavy os elegeu revelação do Ano, assim como Emma, o Finnish Music Awards. Kivilahti deixou a banda no final de 2000 e foi substituído por Marko Paasikoski antes de começar o trabalho de seu segundo álbum completo. Com o produtor Ahti Kortelainen, a banda gravou  ‘Silence’ nos estúdios Tico-Tico a tempo de lançá-lo em 2001. Century Media e Nuclear Blast lançaram ‘Winterheart’s Guild’ e ‘Reckoning Night’ respectivamente em 2003 e 2004. Seguido de ‘For The Sake Of Revenge’, de 2006, em 2007 a banda lançou o seu quinto álbum completo, de climas dark e pegada mais agressiva ‘Unia’, que seria o último trabalho do guitarrista Jani Liimatainen, que deixaria o grupo pouco depois da sua liberação [pelos demais]. O novo guitarrista Elias Viljanen, que estava tocando ao vivo com o grupo desde a partida de Liimatainen, faria sua primeira sonataaparição no álbum de 2009, ‘Days of Grays’. O baixista de longa data, Marko Paasikoski, se afastou após o lançamento do ‘Stones Grow Her Name’ de 2012, dando espaço para o novo baixista Pasi Kauppinen, que marcou sua estréia em ‘Pariah’s Child’ de 2014 – nesse mesmo ano foi lançado o ‘Ecliptica Revisited’, regravação de seu primeiro álbum. O apropriadamente intitulado Ninth Hour, o nono estúdio de longa-metragem da banda, foi lançado em outubro de 2016. Agora, um som mais versátil e comercial.

A banda se apresenta em Fortaleza no dia 13/05/17, no DS Club.

Referências:

Anúncios

Ajude-nos a melhorar. Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s