Música

Profissão letrista: os poetas das canções

[O texto a seguir é uma colaboração de Neivaldo Araújo]

Entre um dos maiores letristas brasileiros, se destaca Paulo César Pinheiro, ex-marido da falecida cantora Clara Nunes. É um dos mais tradicionais poetas-letristas e apesar de encontrar no samba sua identificação maior, já navegou nos mais diversos gêneros como a toada, ao lado de inúmeros parceiros.

Movimentos Musicais e os Letristas

Os movimentos musicais são conhecidos por revelarem grandes letristas. O tropicalismo encontrou o espaço ideal para a poesia vanguardista de José Carlos Capinam ou, simplesmente, Capinam, Torquato Neto e Wally Salomão, o Clube da Esquina, conhecido por ter grandes músicos, tinha no seu núcleo principal outro grande trio de letristas, formado pelos mineiros Fernando Brant e Márcio Borges e o carioca Ronaldo Bastos, já o Pessoal do Ceará, outro movimento musical dos anos 70, revelou Fausto Nilo e seus dois principais parceiros são Raimundo Fagner e Morais Moreira, ao lado desse último escreveu frevos e outros ritmos carnavalescos.

Grandes Parcerias

Algumas parcerias são verdadeiros casamentos; longos e nascendo junto com uma grande identificação, como é caso de Vitor Martins, parceiro de muitos anos e diversos sucessos de Ivan Lins. Vitor foi fundamental na obra de Ivan Lins, sendo um tipo de letrista famoso no meio musical, porém desconhecido do grande público, outro exemplo de parceria longa, produzindo muitas canções é Aldir Blanc e João Bosco, seus sambas são um retrato do cotidiano do Brasil nos anos 70 e 80, compondo também músicas românticas, como boleros, entre outros ritmos e o escritor-guru Paulo Coelho que ao lado do maluco beleza Raul Seixas, nos anos 70, fizeram história no rock brasileiro.

Letristas e Produtores Musicais

O jornalista Nelson Motta ou Nelsinho, como é conhecido pelos amigos, é um dos mais conhecidos críticos musicais brasileiro, tudo que aconteceu de realmente importante na música popular brasileira, nos últimos 40 anos, Nelsinho, de alguma forma, participou direta ou indiretamente, e sempre inspirado pelas mais diversas correntes e seguimentos da música; do infantil ao pop, assim como Nelsinho, Paulinho Tapajós é outro letrista que iniciou sua carreira ainda na época dos festivais, conhecido pela excelência do lirismo em suas composições.

Nesse grupo de tantos homens uma mulher se destaca, Ana Terra, que, além de letrista, é produtora musical. Outro letristas que se destaca como produtor musical é Hermínio Belo de Carvalho, uma eminência parda do samba carioca, parceiro e grande incentivador de nomes como Cartola e Nelson Cavaquinho e também Sérgio Natureza, letrista refinado que desenvolve um trabalho de parceria com o cantor Tunai e já foi gravado por nomes como Elis Regina e Gal Costa.

Nova geração de letristas

Assim como a poesia se renova os letristas também, surge a geração de Antônio Cícero, compondo com sua irmã e cantora, Marina, longe da pressão das grandes canções de protesto, escreve canções mais leves, dançantes, resgatando ritmos como o soul e Chico Amaral é outro exemplo de letrista desta geração, que escreveu varias canções de sucesso para a banda mineira Skank.

Apesar de serem responsáveis pela parte mais conhecida da canção, a letra, que vai ficar no imaginário ou lembranças das pessoas, principalmente porque em nosso país existe uma forte resistência com a musica instrumental, o letrista, na essência, se contenta com o anonimato, sem querer cantar ou fazer parte de uma banda, muitos desses letristas desenvolvem, paralelamente, a carreira de escritor, porém como o alcance da música, em termos de mídia, é muito maior, acabam se tornando mais conhecidos como compositores, outros já gravaram discos, cds, sem grande sucesso, ou muita repercussão, pouco acrescentaram suas carreiras, de um modo geral.

Escreveram sua história na música brasileira através de suas letras, verdadeiras poesias musicadas para a interpretação de outros artistas.

Neivaldo Araújo

Tendo aneivaldo música como seu maior referencial artístico e cultural, pesquisa e escreve sobre temas como o romantismo e o existencialismo dos anos 70 e 80, os quais, foram imprescindíveis para o surgimento e a qualificação dos movimentos musica
is brasileiros e internacionais.

Anúncios

3 thoughts on “Profissão letrista: os poetas das canções”

Ajude-nos a melhorar. Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s