Comportamento, Música, Reflexão

Sepultura: 20 anos do disco Roots #2

Tendo acabado de chegar à Tribo Xavante, no Mato Grosso, os integrantes do Sepultura foram sabatinados, pelo indígenas, ou melhor, apresentaram o projeto da banda para o novo disco, e os motivos que os levaram à aldeia.

O contexto da fala de Max poderia ser resumido sem nenhum prejuízo de significado da seguinte forma:

“vocês abriram essa porta pra gente, [por isso] todos nós vamos realmente abrir o coração nesse trabalho”.

Senão, vejamos:

“É uma felicidade muito grande, e… sentido muito bem que vocês abriram essa porta pra gente poder fazer esse primeiro contato com vocês, e mostrar e valorizar a arte de vocês… pro Brasil e pra fora do Brasil. Porque um pouco do Sepultura, da nossa própria arte já foi reconhecida fora do Brasil e também no Brasil, e… acho que agora é hora de passar pra frente e reconhecer… dá um pouco de… mais valor pra uma outra cultura, e nesse caso, escolhemos a cultura Xavante! … a gente quer fazer o melhor trabalho com vocês, e a gente… todos nós vamos realmente abrir o coração nesse trabalho!”

Anúncios

Ajude-nos a melhorar. Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s